apresentação

 

A Lampejo – Revista eletrônica de filosofia e cultura (ISSN 2238-5274) é um periódico acadêmico semestral que provê acesso livre e irrestrito, por via online, a uma série de textos, imagens e volumes completos. Editada por um grupo de pesquisadores de filosofia cearenses, o Apoena – Grupo de Estudos Schopenhauer Nietzsche, a Lampejo foi lançada em 2012, no contexto da terceira edição do Encontro Nietzsche-Schopenhauer, evento cultural que vem sendo organizado pelo mesmo grupo desde 2009.

Por termos como valores o pensamento livre, a cultura do acesso aberto e a independência editorial, entendida como estratégia para evitar a interferência dos interesses econômicos na atividade de publicação, nem o grupo Apoena nem a revista Lampejo estão vinculados a nenhuma agência de fomento à pesquisa, instituição de ensino, associação científica ou empresa privada. A revista não procura ser custeada, via financiamento, patrocínio nem renda de anúncios, por instituições ou empresas de nenhuma espécie. Ao contrário, buscamos a gratuidade tanto para leitores e autores quanto para própria revista, que é resultado exclusivo do trabalho não remunerado de seus editores.

O objetivo da Lampejo é promover a livre produção e circulação do conhecimento em filosofia, educação, ciências humanas, artes e áreas afins, incentivando a participação, como autor, de qualquer pessoa interessada em publicar conosco, independentemente de titulação ou disciplina de formação. A revista é sediada em Fortaleza, Ceará, Brasil.


Corpo editorial

O corpo editorial da revista Lampejo é formado, de um lado, por uma comissão editorial composta pelos integrantes do Apoena e, de outro, por um conselho editorial constituído por professores e pesquisadores externos, notórios em suas áreas de atuação, que participam do processo de revisão dos trabalhos, juntamente com outros pareceristas convidados.


Missão

Contribuir para o desenvolvimento e para a difusão da produção e da crítica do conhecimento, da experimentação do pensamento e de uma cultura do acesso livre e do compartilhamento.


Foco

Selecionar, por meio de double-blind peer review, e publicar, em formato digital aberto, trabalhos inéditos resultantes de estudos, pesquisas ou experiências, nas diferentes áreas da filosofia, da cultura, da educação e das humanidades.


Política de seções

Em oposição à monotonia formal e à padronização dos textos corriqueira nos periódicos acadêmicos de modo geral e em defesa do pensamento e da expressão livres, a revista Lampejo incentiva a experimentação com a linguagem e a exploração dos diferentes gêneros literários. Assim, além da seção principal reservada aos artigos – sempre iniciados com resumo e finalizados com referências bibliográficas –, a revista contém outras seções, dedicadas a trabalhos de gêneros diversos: ensaios, textos literários, ensaios fotográficos, resenhas, traduções, entrevistas etc., cujas elaborações seguem regras específicas.


Política de acesso livre

A revista Lampejo provê acesso livre e irrestrito por via online a todo seu conteúdo, disponibilizando textos completos em formato PDF. A Lampejo não cobra por nenhuma espécie de cadastro ou assinatura, sendo todos os seus números distribuídos gratuitamente. Também não há nenhuma espécie de taxa de submissão, processamento, edição, publicação ou arquivamento de trabalhos. Todos os usuários têm o direito de ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou criar links aos textos e imagens publicados.


Política de metadados

Por valorizar a independência editorial, a revista Lampejo procura aplicar as diretrizes definidas pelas principais associações de técnico-científicas e indexadores brasileiros e internacionais de maneira crítica, sem visar a produção de números em sistemas de ranking de periódicos. Assim, a revista não se vincula a indexadores pagos, nem tem interesse em figurar em medidores de impacto bibliométrico proprietários. Também não utiliza padrões de identificação de documentos que não sejam gratuitos. O que não significa que a revista não seja listada por indexadores e mecanismos de busca abertos, nem que ela deixe de dispor de tecnologias de metadados e arquivamento. A escolha destas, entretanto, foi determinada por interesses estéticos, sucedâneos da liberdade de pensamento. Portanto, para evitar a uniformização visual e a fim de não inibir as possibilidades de experimentação, a revista utiliza um software parcialmente aberto (WordPress), que oferece todos os recursos necessários ao desenvolvimento de sites, produzindo um resultado visual que vai além do padrão acadêmico.


Arquivamento

Todos os trabalhos recebidos e publicados são arquivados nos bancos de dados online e offline e nas contas de redes sociais de propriedade da revista Lampejo e do Apoena, criados para esse fim específico. Os volumes completos encontram-se arquivados nas seguintes plataformas de publicação digital e são mantidos com acesso livre:


Indexadores

  • Diadorim – Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras
  • ERIH – European Reference Index for the Humanities
  • EZB – Elektronische Zeitschriftenbibliothek
  • InfoBase Index – Akshantala Education and Charitable Trust
  • Latindex – Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
  • LivRe – Revistas de livre acesso
  • Portal de Periódicos – CAPES/MEC
  • Sumários.org – Sumários de Revistas Brasileiras


Números

Em regra, a revista Lampejo publica 2 edições por ano, cada qual com, no mínimo, 14 trabalhos de autores vinculados a, pelo menos, 4 instituições diferentes. No total, desde 2012, foram publicados 171 trabalhos, divididos em 5 volumes e 11 números. Em 2016, foram publicados 32 trabalhos de autores afiliados a 13 instituições diferentes, divididos em 2 edições.


Estatísticas


Lampejo – Revista eletrônica de filosofia e cultura
Apoena – Grupo de Estudos Schopenhauer Nietzsche

Rua Guilherme Moreira, 370-A
CEP: 60040-490
Fortaleza, Ceará, Brasil

revistalampejo.apoenafilosofia.org
revista.lampejo@apoenafilosofia.org.br
apoenafilosofia.org
apoena@apoenafilosofia.org