Edição nº 7

Fortaleza – CE – Volume 1 – Nº 7
1º Semestre de 2015
ISSN 2238-5274

 

 

 

 

 

 

Índice

Artigos desta edição:

Schopenhauer: a arte como conhecimento de exceção – p. 1 – 27
Júlio Cesar Kestering – Professor da UEPB

O cinza e as cores. Gênese da Genealogia de Nietzsche – p. 28 – 52
Daniel Filipe Carvalho é mestre em Filosofia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e doutorando em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG/CAPES-REUNI).
Gustavo Bezerra do N. Costa é mestre em Filosofia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e doutorando em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ/FUNCAP).

O primado na filosofia de Arthur Schopenhauer – p. 53 – 62
Gustavo Augusto da Silva Ferreira – Graduado em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE); Graduado em Teologia pela Faculdade Kurius (FAK); Mestrando em filosofia no programa de pós-graduação em filosofia da Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Concepções da consciência: do associacionismo à duração – p. 63 – 76
Ronney César Ferreira Praciano – Mestrando em Filosofia na Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Electra e Hamlet: a individualidade grega e a subjetividade moderna – p. 77 – 98
Eduardo Andrade Rodrigues

O niilismo e a vacuidade da vida segundo nietzsche – p. 99 – 113
Cezar Braga Sturba – Mestrando em Filosofia Universidade Federal da Paraíba

O corpo invertido – a figura do indigente como discurso e como representação – p. 114 – 127
Wellington Amâncio da Silva – É Mestre em Ecologia Humana pela Universidade Estadual da Bahia – UNEB/Campus VIII; Pedagogo e membro do Grupo de Pesquisa Nietzsche para Indigentes. É vinculado ao Grupo de Pesquisa “Ecologia Humana” – UNEB/CNPq. Núcleo de Estudos em Comunidades e Povos Tradicionais e Ações Socioambientais (NECTAS) UNEB/CNPq; membro do Grupo de Estudo Nietzsche para Indigentes.
José Londe da Silva – Licenciado em História pela Universidade Federal de Alagoas – UFA; especialista em Ensino de Filosofia e membro do Grupo de Estudo Nietzsche para Indigentes

Duas perspectivas sobre o amor: Platão e Schopenhauer – p. 128 – 143
Miguel Angel Barrenechea – Doutor em Filosofia (IFCS/UFRJ). Professor Associado das Pós-graduações em Memória Social, em Educação, da Faculdade de Filosofia, da Escola de Educação e da Disciplina de Filosofia e Educação do Curso de Educação à Distância da UNIRIO.

Kulturkampf: existe saúde na décadence? – modernidade em Nietzsche – p. 144 – 154
David Barroso de Oliveira – Mestrando em Filosofia – Universidade Estadual do Ceará (UECE)

O soluço de Aristófanes – p. 155 – 162
José Henrique Alexandre de Azevedo – Doutorando em filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

A essência da linguagem em Heidegger e o nome inaugurante de Manoel de Barros – p. 163 – 172
Jaderson Gonçalves Nobre – Mestre em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Implicações éticas e políticas da razão subjetiva, conforme o eclipse da razão de Max Horkheimer – p. 173 – 180
Adriano Costa Cardoso – Mestrando em Filosofia pelo Mestrado Acadêmico em Filosofia da UECE

Direito à educação como meio de efetivação da igualdade material, sob a ótica da justiça social – p. 181 – 194
Cíntia Cordeiro Nogueira dos Santos – Aluna do 4o semestre do curso de graduação em Direito do Centro Universitário Christus (UNICHRISTUS). Pesquisadora do Projeto de Iniciação à Pesquisa
Janete da Silveira Wilke – Aluna do 5o semestre do curso de graduação em Direito do Centro Universitário Christus (UNICHRISTUS). Pesquisadora do Projeto de Iniciação à Pesquisa
Antônio Torquilho Praxedes – Professor orientador. Mestre em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Pós-graduado em Processo Administrativo pelo Departamento de Direito Público da Universidade Federal do Ceará. Bacharel em Direito pela Universidade de Fortaleza

Ensaios:

Isto não é um manifesto; são dois – p. 195 – 207
Pablo severiano Benevides – Professor Doutor de Psicologia da Universidade Federal do Ceará (UFC)

Da democracia grega à democracia universal – p. 208 – 218
Catarina Rochamonte – doutoranda UFScar

Tradução:

Grandes corpos políticos como comunidades estressadas (Politische Großkörper als Stresskommunen) – p. 219 – 223
Daniel Carvalho – doutorando em filosofia (UFMG)
Thiago Mota – doutorando em filosofia (UFC)

Protocolo:

Psico-deriva – 224 – 225
Pedro Henrique Magalhães Queiroz – Graduando em Filosofia/Licenciatura pela Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Poema:

Abelardo e Heloísa contemporâneos – p. 226
Felini de Souza – Aluna do programa de pós graduação em filosofia da Universidade Federal de Santa Catarina. Licenciada em filosofia pela Universidade Federal de Santa Catarina